» FlashSB / Notícias / Geral
19.07.2019 - 78 clique(s)
Médico suspeito de cobrar por cirurgia no SUS é denunciado por abuso sexual
 // compartilhar

O médico suspeito de exigir dinheiro de uma paciente do SUS para fazer uma cirurgia agora enfrenta a denúncia de abuso sexual. O relato partiu de uma mulher que mora em Corumbá (MS), a 415 km de Campo Grande. O médico foi denunciado pelo Ministério Público no mês passado e virou réu em um processo que corre em segredo de justiça.

A denúncia partiu de uma paciente de 35 anos. Ela gravou em 2015 a segunda consulta que teve com o médico Ricardo Chauvet em uma clínica municipal de saúde. A mulher tinha ficado incomodada com o comportamento do ginecologista no primeiro exame por causa de nódulos no seio.

 

"Ele apoiou na maca com as pernas abertas assim, e pediu para que eu ficasse de frente para ele. Me mandou levantar os braços de frente e mandou para dar as costas. Aí pediu de novo para eu ficar de frente e, de novo, de costas. E nisso ele começou a me tocar por trás, né? Naquela eu fiquei... [...] Só que assim, você não tem reação na hora."

Com um celular na bolsa, ela voltou ao consultório. A imagem mostra a paciente de costas enquanto o médico toca os seios da mulher nua. O médico diz:

"Mãos ao alto, tá? No alto; lá no teto, tá? Pode esticar seu braço, ficar de costas para mim.Solta bem o corpo, procure relaxar. Qualquer coisa que sentir é só falar,  bom? Vou forçar um pouquinho, ?"

 

A reportagem mostrou o vídeo para o vice-presidente da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia na região centro-oeste, Alex Bortoto, que afirma:

"O exame de mama deve ser feito com a paciente sentada de frente para o médico. [...] Depois ela deita e faz a apalpação com ela deitada. Esse tipo de procedimento não existe. Não pode ser feito dessa forma", declara.

A paciente entregou a gravação à polícia. O promotor Fábio Adalberto Cardoso de Moraes explica por qual crime ele foi denunciado pelo MP:

"O Ministério Público tipificou como violação sexual mediante fraude, o que é um crime previsto no código penal. Tem pena de 2 a 6 anos de reclusão."

Paciente gravou áudio em que médico cobra por cirurgia do SUS

Na semana passada, o Jornal Nacional divulgou outra denúncia contra o médico. Ricardo Chauvet foi flagrado em uma gravação de voz por uma paciente que precisava retirar um pólipo no útero. Ele cobrava R$1 mil reais pelo procedimento que seria feito pelo SUS o Sistema Único de Saúde, oferecido de graça à população.

Segundo o Ministério da Saúde, para os três procedimentos de retirada de pólipo do útero cobertos pelo SUS, os valores repassados aos hospitais variam de R$167 a R$173,33 reais. Se o procedimento for feito em ambulatório, de R$22,62 a R$74.

Depois que a reportagem foi ao ar, Chauvet pediu afastamento do centro de saúde da mulher e três outras pacientes fizeram denúncias de cobranças indevidas por parte do médico. Outras duas ainda serão ouvidas pelo Ministério Público.

A reportagem tentou falar com o médico, mas ele não atendeu às ligações. Na última semana, Ricardo Chauvet tinha negado as acusações sobre a cobrança de dinheiro para operar uma paciente do SUS.

 // confira outras notícias
 // comentrios

© 2018 - FlashSB - Levando São Borja para o mundo!
João Manoel, 2600 - Centro - São Borja / RS
Telefones: (55) 3431- 3960 / (55) 9 9962-1270
Desenvolvido por Index1