» FlashSB / Notícias /
09.10.2018 - 95 clique(s)
São Borja comemora o curso de Direito
 // compartilhar

O campus de São Borja da Universidade Federal do Pampa e a Prefeitura confirmam mais uma relevante conquista da comunidade regional, com a pré-aprovação de um curso Direito na cidade. Dois representantes do Ministério de Educação (MEC), integrante da Comissão de Avaliação, realizaram, na última semana, dias 03 e 04, trabalho de conferência sobre as condições oferecidas pela Unipampa em relações a condições pedagógicas, de biblioteca, de quadro de professores e de infraestrutura operacional. Também foram avaliada as condições de infraestrutura no entorno da universidade e na cidade, incluindo serviços de apoio, que dependem de intervenção da Prefeitura. Os técnicos deram o conceito máximo possível – a nota 5.

Essa aprovação significa o passo inicial e sinaliza que o Ministério dará a confirmação definitiva para o novo curso – um dos mais reivindicados em âmbito local e regional na Universidade. O diretor Administrativo, Luiz André Padilha, explica que agora a Secretaria de Ensino Superior do MEC repassa relatório da avaliação realizada em São Borja à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). A instituição também tem de pronunciar, positivamente, sobre o novo curso. O reitor da Unipampa, Marcos Hansen, desenvolverá gestões na OAB, para que se posicione, logo, a respeito da demanda.

 

Na tarde de sexta-feira(05/10), o prefeito Eduardo Bonotto e o vice Roque Feltrin receberam o diretor da Unipampa campus São Borja, Ronaldo Colvero, o qual repassou a notícia de que o campus obteve a nota 5, sendo este o conceito máximo do MEC para a autorização da implantação do curso de Direito na Unipampa local. Colvero, esteve acompanhado dos coordenadores administrativo e acadêmico, Luís André e Muriel Pinto, da coordenadora do curso de Direito, Lisianne Ceolin, e também dos professores que tem acompanhado de perto os trâmites para a implantação do curso.

O prefeito salientou seu contentamento pelo resultado, ressaltando que está conquista é fruto de muito trabalho em conjunto, depois de inúmeras cobranças e reuniões em Brasília junto ao MEC. Na próxima semana outras reuniões acontecem para a continuidade dos trabalhos. Também estiveram presentes o consultor jurídico da prefeitura Marcos Rogério dos Santos e o Secretário de Educação João Carlos Reolon.

Padilha diz que, normalmente, a OAB não coloca objeções a cursos de Direitos em Universidades públicas, por oferecerem graduações gratuitas e ainda programas regulares de pesquisa e extensão. A meta é que o parecer da OAB possa ser expedido até 30 de novembro.


Isso ocorrendo até aquela data, São Borja já poderá selecionar candidatos para a primeira turna e aulas a partir de março de 2019. São programadas 50 vagas para o curso em São Borja.



Uma longa batalha


Universidade Federal do Pampa, Prefeitura e outras instituições na comunidade, como Câmara de Vereadores e entidades do empresariado, lutam, há vários anos, pelo curso de Direito. Luiz André Padilha lembra que o diretor- geral da Unipampa, Ronaldo Colvero, e toda sua equipe trabalham há cerca de dez anos, com gestões no Ministério de Educação e ainda mediante intervenção de agentes técnicos e políticos. O professor Colvero lembra que “a Universidade já oferece seis cursos de excelência, que recebem estudantes de todo o País, e é certo que, a partir de agora, poderemos atender a uma demanda ainda maior”.


A cidade de Santana do Livramento tem em funcionamento há três anos curso de Direito da Unipampa. Demorou pelo menos um ano para a confirmação. A expectativa é que São Borja consiga em tempo menor. Jaguarão é outra cidade com campi da Unipampa que pretende ter Direito. As duas cidades – Livramento e Jaguarão – trabalharão em parceria com São Borja.

Fonte: DECOM

Imagem: Ritieli Belmonte

 // confira outras notícias
 // comentários

© 2018 - FlashSB - Levando São Borja para o mundo!
João Manoel, 2600 - Centro - São Borja / RS
Telefones: (55) 3431- 3960 / (55) 9 9962-1270
Desenvolvido por Index1