» FlashSB / Notícias / Serviços Urbanos
07.10.2018 - 61 clique(s)
Prefeitura de São Borja reinaugura o PIM
 // compartilhar

Na quinta-feira (04/10), aconteceu a inauguração do PIM (Programa Primeira Infância Melhor). A unidade funcionará no antigo Hospital São Francisco, no segundo andar juntamente ao NASF e o CEO. O evento contou com a participação do prefeito Eduardo Bonotto, o vice Roque Feltrin, o secretariado municipal, os vereadores Adão Santiago e Jefferson Olea Homrich.

A Coordenadora da Saúde, Sabrina Loureiro, falou da relevância do Programa e a importância do trabalho em conjunto aos demais setores da saúde e das Secretarias da Educação e de Desenvolvimento Social. A representante do Grupo Técnico Estadual do PIM, Scheila Zorzan, também veio acompanhar as atividades e incentivar a equipe do Programa .

O Secretário Municipal de Saúde, José Luiz Rodrigues Machado (Boca), que está em Porto Alegre tratando de assuntos referentes à pasta, ressaltou que a inauguração do PIM foi uma grande conquista para o município e que esta realização foi uma das suas escolhas como prioridades enquanto titular da pasta.

O PIM é uma política pública que tem como principal finalidade atender crianças de zero a 6 anos de idade incompletos e, igualmente gestantes, buscando desta forma promover o desenvolvimento integral das crianças. Este acompanhamento, com profissionais preparados, é muito importante para o desenvolvimento social da criança. Pesquisas comprovam que crianças acompanhadas pelo PIM desenvolvem um bom desempenho escolar.

Em São Borja, o programa funciona das 7h30m às 11h30m e das 13 às 17h. O PIM conta com visitadoras domiciliares, estas orientam as famílias, por meio de atividades específicas em prol do desenvolvimento das capacidades físicas e motoras das crianças. As visitas a domicílio ocorrem para crianças de 0 a 3 anos e gestantes. As visitadoras, da mesma maneira, realizam trabalhos em grupo na comunidade com gestantes e com as crianças de 3 a 6 anos incompletos.

Vale ressaltar que as famílias que tenham crianças de 0 a 6 anos incompletos que não estejam frequentando creches ou escolas e gestantes podem participar do Programa. Para isso, o PIM faz um mapeamento das áreas do município, priorizando os locais de maior vulnerabilidade, e dentro desse diagnóstico descobre as famílias que podem ser enquadradas. A equipe também conta com apoio das ESF’s para fornecer dados e encaminhar pessoas, famílias a serem contempladas, e, igualmente as mães podem solicitar apoio junto ao PIM. As famílias que recebem apoio do PIM precisam ter disponibilidade para receber o visitador ou participar de atividade comunitária uma vez na semana e, ainda, realizar as atividade sugeridas pelo visitador.

A Coordenadora do PIM, Luciele Matozo, comenta que a saúde municipal está dando um grande passo, pois é muito importante estas ações para a estimulação e desenvolvimento da criança desde a gestação até a idade escolar. Ela explica que “as crianças que participam do programa conseguem uma maior qualidade de vida junto às suas famílias”. A Coordenadora enfatiza ainda que trabalho do PIM junto às visitadoras estimula o protagonismo da família, “é a família que tem que tomar conta da criança, é a família que precisa promover o desenvolvimento dela” ressalta Luciele.

O PIM possui como algumas de suas atividades de orientação ao público infantil ensinar como fazer um contagem, reconhecer letras, cores, formas. Além do mais, busca estimular a criança a se expressar, bem como, desenvolver a parte cognitiva e física. Do mesmo modo, o Programa procura levar informações às famílias de como encaminhar as crianças para quando for entrar na escolinha e orienta as mães a respeito dos seus direitos e como proceder para atender suas demandas.

 

Fonte: DECOM

Imagem: Karine Freitas/SMS

 

 // confira outras notícias
 // comentários

© 2018 - FlashSB - Levando São Borja para o mundo!
João Manoel, 2600 - Centro - São Borja / RS
Telefones: (55) 3431- 3960 / (55) 9 9962-1270
Desenvolvido por Index1