» FlashSB / Notícias / Economia
01.07.2018 - 207 clique(s)
Consumidores reclamam do custo da energia elétrica no RS.
 // compartilhar

s consumidores do Rio Grande do Sul andam assustados com o preço da energia elétrica. No mês de julho, o preço da luz ainda deve ser elevado. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter a bandeira vermelha, o que significa uma cobrança adicional de R$ 5 a cada cem quilowatts consumidos.

Consumidores reclamam que está difícil equilibrar o orçamento.

Mesmo com a gente economizando, mesmo que a gente deixe lâmpadas desligadas, parece que a gente não está fazendo nada, afirma a doméstica Ivete Strapasson.

Segundo o governo, o acréscimo é repassado ao consumidor por causa do custo mais alto para produzir energia elétrica. Com os reservatórios nas usinas baixos, as termelétricas que geram energia a partir do carvão são ligadas e o custo encarece. Quem tem empresa, também sente o impacto.

Para ligar o ar-condicionado, só em último caso, quando o cliente pede. Caso contrário, a gente deixa desligado, explica a gerente Edi Fátima Ribas.

O sistema de iluminação de um salão de beleza do estado foi trocado por lâmpadas mais econômicas, para tentar economizar energia. Mas, essa economia praticamente é anulada toda vez que ocorre mudança de bandeira. Em junho, a conta foi um pouco mais de R$ 2 mil e em julho poderá ser maior.

Quando aumenta a bandeira, a gente volta de novo a ter aquele custo alto. A gente não pode passar para o consumidor. A gente tem que absorver esse custo também, afirma o cabeleireiro Marco Antônio Lummertz.

A conta de luz de um mercado do RS em 2015 era um pouco mais de R$ 6 mil. Em junho deste ano, foi de R$ 10 mil. Preocupados, os donos chegaram a pensar em usar placas de energia solar. Mas, optaram por outras alternativas, como instalar uma subestação de energia e um gerador a diesel. A conta ainda está alta.

 

 

G1

 // confira outras notícias
 // comentários

© 2018 - FlashSB - Levando São Borja para o mundo!
João Manoel, 2600 - Centro - São Borja / RS
Telefones: (55) 3431- 3960 / (55) 9 9962-1270
Desenvolvido por Index1