» FlashSB / Notícias / Variedades
10.09.2017 - 179 clique(s)
Furacão Irma provoca destruição e mortes no Caribe e chega aos EUA
 // compartilhar

Furacão Irma provoca destruição e mortes no Caribe e chega aos EUA

Há pelo menos 25 mortos. Impacto na costa da Flórida deve ser devastador.

Mais de 1,35 milhão de pessoas em 24 municípios da Flórida estão sem energia, de acordo com a Florida Power and Light. Isso é cerca de 27% dos 4,8 milhões de clientes da empresa. Mais de 650 mil clientes sem energia são da área de Miami-Dade.

O presidente Donald Trump conversou com o governador da Flórida, Rick Scott, várias vezes na última semana, diz a Casa Branca. E nesta manhã, ele conversou também com os governadores do Alabama, Geórgia, Carolina do Sul e Tennessee. O presidente e o vice-presidente também estão recebendo um briefing nesta manhã, afirmou a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, em um comunicado.

O microempresário paraense Victor Melo mora com a esposa e dois filhos pequenos há um ano e meio em Orlando, na Flórida. Eles decidiram ficar em casa durante a passagem do furacão Irma pelos EUA. Victor contou à reportagem do G1 na manhã deste domingo que chove bastante na cidade e que eles estão trancados em casa. “Os ventos começam a piorar aqui às 14h (15h de Brasília). Como tenho dois filhos pequenos, estou tentando passar a maior tranquilidade possível. Acredito que teremos ventos muito fortes, mas apenas isso. Temos energia e água, os vizinhos estão em casa, a maioria das pessoas não saiu de Orlando. Por enquanto estamos levando vida normalmente."

A União Europeia ofereceu ajuda neste domingo aos afetados pelo furacão. A União Europeia está disposta a ajudar como fez com o furacão Harvey, que impactou principalmente na costa do Texas (EUA), afirmou em sua conta no Twitter o comissário europeu de Ajuda Humanitária, Christos Stylianides.

Segundo Brock Long, diretor da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (Fema, na sigla em inglês), o furacão Irma vai devastar os Estados Unidos, tanto a Flórida, quanto outros Estados próximos. Autoridades têm reiterado que a população não ignore as ordens de evacuação. O tamanho do furacão é enorme", disse Rick Scott, governador da Flórida, na quinta-feira. Ele é maior que o nosso Estado e pode ter um impacto mortal em ambas as costas. Estamos ficando sem tempo. Se alguém está em uma zona de evacuação, precisa partir agora. Scott completou dando um recado à população: Lembre-se que uma casa é possível reconstruir, uma vida não.

Outras localidades, como a Ilha de São Cristóvão e Névis e Porto Rico, sofreram com tempestades, mas conseguiram evitar maiores destruições. Na República Dominicana, mais de 100 prédios foram destruídos, de acordo com relatórios oficiais, mas não houve relatos de mortes. 

As ilhas do Caribe começam a contabilizar os estragos do Irma e como vão se reconstruir após a passagem do furacão. A ilha de St Martin ficou destruída. É um desastre enorme, 95% da ilha está destruído. Estou em choque", disse Daniel Gibbs, uma autoridade local. Barbuda, outra pequena ilha caribenha, está quase inabitável, segundo o primeiro ministro de Antígua e Barbuda, Gaston Browne. O Irma destruiu 95% das casas e dos edifícios. Além disso, todos os habitantes da ilha tiveram de ser evacuados por causa de um segundo furacão, o José - que tem categoria 4.

http://g1.globo.com/mundo/ao-vivo/furacao-irma.ghtml

 // confira outras notícias
 // comentários
© FlashSB / 2012 - Todos os direitos reservados.
Melhor visualizado em 1024x768px. Desenvolvido por index1.