» FlashSB / Galeria de fotos / 12.09.2017
16 clique(s)
Calculadora do conserto: faça as contas e veja se vale a pena mandar o eletrodoméstico para arrumar
 // compartilhar

Calculadora do conserto: faça as contas e veja se vale a pena mandar o eletrodoméstico para arrumar

Para ser um bom negócio para você, valor não pode ser maior do que 30% do preço de um novo

Quando o seu eletrodoméstico estraga, avaliar tempo de uso, custo do produto em relação a um novo e também o consumo de energia são algumas direções para que a pessoa decida se vale a pena procurar um ponto de manutenção ou ir às lojas comprar uma máquina zerada. Odilon Francisco Duarte, coordenador do Laboratório de Eficiência Energética da PUCRS, afirma que a vida útil do produto (informação que pode ser obtida nos Serviço de Atendimento ao Cliente de cada indústria) ajudará a indicar se salvá-lo é, realmente, o melhor caminho.

– Se um aparelho tem vida útil de dez anos e, pelos oito ou nove anos, apresenta um defeito, não valerá a pena fazer o conserto, pois a tendência é de que a partir daí outros problemas passem a ocorrer – afirma.

Se o equipamento estiver longe de "expirar", o cálculo a fazer é se o custo de manutenção, incluindo peça, mão de obra e logística, ultrapassará 30% do preço de um item novo. Se ficar abaixo disso, a manutenção costuma ser uma boa pedida.

Com estas informações e com os valores do aparelho novo e do valor pedido no conserto, use a calculadora abaixo para decidir se vale a pena investir no conserto ou não:

CALCULADORA DO CONSERTO

Se o conserto do defeito custar mais do que 30% do valor de um aparelho novo, especialistas dizem que não vale a pena gastar este dinheiro. Faça a conta e decida:

 
http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/noticia/2017/09/calculadora-do-conserto-faca-as-contas-e-veja-se-vale-a-pena-mandar-o-eletrodomestico-para-arrumar-9888716.html
 // clique sobre as fotos para ampliar
 // comentários
© FlashSB / 2012 - Todos os direitos reservados.
Melhor visualizado em 1024x768px. Desenvolvido por index1.